Por volta do meio dia desta terça feira, 15/09, a Polícia Militar foi acionada via CIOSP onde informações davam conta que um indivíduo usando bermuda de cor laranja e camiseta branca do senai, teria cometido um estupro contra uma funcionária de um hotel, localizado na saída da cidade, sendo que o fato teria acontecido em seu local de trabalho e que após o crime o suspeito fugiu seguindo sentido ao Bairro Vitória Régia.

Após a solicitação a rádio patrulha imediatamente começou a realizar rondas no referido bairro e alguns minutos depois avistou várias pessoas tentando capturar o indivíduo, onde os policiais realizaram a abordagem onde o suspeito se identificou como sendo de iniciais D.R.S. de 27 anos, onde durante a revista pessoal (baculejo) foi encontrado em seu bolso uma aliança.

Em conversa com a vítima, de 43 anos, a mesma relatou que trabalha no setor de limpeza do referido hotel e no momento do acontecido estava limpando um dos quartos quando foi abordada pelo suspeito que chegou pedindo água para beber, a vítima disse ainda que alertou o suspeito que não poderia ficar ali, nessa hora o indivíduo tentou fechar a porta do quarto dizendo que iriam passar alguns momentos com ela.

A vítima contou que nessa hora tentou sair correndo e pedir socorro, porém, começou a ser agredida pelo suspeito e arrastada até banheiro, onde passou a ser enforcada e o suspeito dizia que se ela continuasse a gritar iria desmaia-la, logo em seguida a vítima foi abrigada a tirar a roupa e tomar banho com o suspeito, que lhe obrigou a praticar sexo oral nele, mas algum tempo depois uma colega de trabalho abriu a porta para ver o que estava acontecendo, pois, teria ouvido gritos, nessa hora, ela (vítima) aproveitou o descuido do suspeito e saiu do quarto correndo e pedindo socorro.

Após isso, o suspeito rapidamente vestiu suas roupas e fugiu em disparada, levando os brincos e a aliança da vítima, que durante a fuga o individuo foi seguido por clientes do estabelecimento.

O suspeito foi recolhido no camburão e encaminhado até o CISC para as devidas providências.

Segundo a polícia o suspeito possui várias passagens pela delegacia por diversos crimes.