IMG-20200326-WA0346.jpg

Momento em que a polícia civil encontra o veículo da vítima em um matagal na manhã de hoje

Na madrugada de hoje, 26/03, (quinta feira), por volta das 04:00Hs, um cidadão de 52 anos, morador do Bairro Massa Barro, compareceu no batalhão da polícia militar relatando que há pouco tempo atrás, por volta das 03:40Hs, estava em sua residência, dormindo com sua esposa quando em dado momento ouviu um barulho e se deparou com 02 indivíduos, sendo um de estatura alta, moreno e magro, o outro era de estatura mediana e com tatuagem no braço esquerdo, que estavam armados, um com uma espingarda, aparentemente Cal 12 e o outro com um revólver, Cal 38, que adentraram na residência pela janela do banheiro, em seguida anunciaram o assalto.

O comunicante contou que logo após, ele e sua esposa foram amarrados e colocados em um dos cômodos da casa.

Os ladrões roubaram um veículo Toyota Corola, de cor prata, placa ENJ 8790, 02 celulares, 01 revólver Cal 38, de marca Taurus, (com registro) e 20 munições Cal 38.

Após a consumação do roubo, os ladrões fugiram tomando rumo ignorado, porém, deixaram um par de chinelos no local, que após uns 20 minutos após os ladrões deixarem o local, ele (vítima) conseguiu se desamarrar e procurar o batalhão da polícia.

A polícia militar realizou várias diligências nas imediações na tentativa de localizar e prender os criminosos, porém, sem êxito.

RECUPERADO

Por volta das 09:00Hs, a polícia civil recebeu uma informação anônima dando conta que em uma mata, próximo ao Iate Clube, no Bairro Cavalhada, havia um veículo abandonado e que provavelmente poderia ser produto de roubo/furto.

Diante da informação, o delegado de polícia e coordenador da 1DP (CISC), Dr. Wilson Souza Santos, acompanhado de um investigador plantonista, foram até o local e constataram a veracidade dos fatos, que após a checagem foi verificado que o veículo era produto de roubo, fato este, acontecido nesta madrugada no Bairro Massa Barro.

A polícia civil continua investigando o caso na intenção de prender os criminosos.