imgcomosemodificaocorpodamulhergravida65

Na manhã desta quinta feira, 10/01, por volta das 11:00Hs, a senhora Maria Leonilda Martins, de 27 anos, moradora do zona rural de Cáceres, compareceu na delegacia de policia para registrar um boletim de ocorrência de negligência mêdica, fato este, que terminou com a morte do seu filho (a).

A vítima, muito revoltada, relatou aos investigadores de plantão na 1DP que na data de 02/11/2018, estava grávida de 09 meses, sendo que a mesma tinha umencaminhamento médico para retirar a criança no dia 02, mas quando procurou a unidade de saúde, mandaram ela voltar dia 04, mas como ela estava sentindo muita dor procurou o postão, chegando lá, conversou com uma atendente, que disse que a doutora iria atender 18 pacientes, com isso, ela foi atendida por uma outra médica (que não lembra o nome), onde a médica lhe informou que o coração da criança não estava batendo, que imediatamente encaminhou a mesma até o hospital são luis.

A comunicante disse que não tinha dinheiro para pagar um meio de transporte e com isso foi a pé até o referido hospital, porém, quando chegou na unidade de saúde, infelizmente a criança já estava morta.

Diante da situação a mesma procurou a delegacia de policia para comunicar o fato e pedir providências.