creche.jpeg

Após polêmica ocasionada pela mudança nos critérios para matrícula na Creche Municipal Madre Maria Estevão, no Bairro Jardim do Trevo, em Cáceres, a 220 km de Cuiabá, o prefeito Francis Maris Cruz (PSDB) prorrogou o prazo de validade do decreto que estabeleceu a mudança. Sendo assim, para as vagas abertas na segunda-feira (7), continua valendo do critério ordem de chegada.

A decisão foi tomada, nesta quarta-feira (9), durante uma reunião convocada pelo Ministério Público Estadual (MPE), da qual participaram vários representantes da comunidade.

Na ocasião, a promotora de Justiça Taiana Castrillon Dionello, disse que a mudança repentina gerou caos social. Ela solicitou ainda que a prefeitura se comprometa a adotar providências urgentes para minimizar a fila formada na unidade de educação, onde muitos pais estão acampados desde o dia 1 de janeiro.

Francis adiantou que, a partir de junho, o critério para as vagas disponíveis será seleção, respeitando o que é estabelecido pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Ele afirmou ainda que, a partir de 2020, as matrículas serão feitas via internet e que o decreto prorrogado será discutido com toda a sociedade antes de ser publicado.

Para este ano, foram oferecidas 20 vagas para crianças de 1 a 3 anos. Serão 10 vagas para o período matutino e 10 para o período vespertino.

Ainda na reunião, o prefeito se comprometeu a inaugurar novas creches e aumentar para mil o número de vagas para os próximos anos.

G1/MT